Onde há ganância e egoísmo, não revela graça

foto por: hosein fayton em Unsplash

Quando Paulo na sua segunda carta aos coríntios, capítulo nove, versículos seis e sete, afirma sobre dar com alegria, deixa algo muito claro para nós:

E isto afirmo: aquele que semeia pouco também colherá pouco; e o que semeia com fartura também colherá com fartura. Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade, porque Deus ama quem dá com alegria.” (2Coríntios 9.6–7 NAA)

Temos que entender que tudo que viermos a fazer, devemos realizar com alegria e contribuímos, ajudamos, nos esforçamos segundo o que temos proposto em nosso coração. Não podemos fazer por constrangimento, mas como oferta. Não importa a nossa oferta, seja de tempo, recursos ou qualquer outra coisa, tudo deve ser feito com liberalidade e contentamento, pois quanto maior a semeadura, maior a colheita, quanto mais com alegria, sem constrangimento e obrigatoriedade, mais Deus nos conduzirá na jornada para nos leva a Sua vontade. Quando fazemos com desprendimento, nada nos faltará, podemos passar dificuldades, mas nada nos faltará.

Que possamos entender que onde impera a ganância e o egoísmo, nunca se revelará a graça abundante de Deus que devemos manifestar quando fizermos tudo com deleite, oferta e  liberalidade.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE