O cuidado de Deus e o nosso papel

O cuidado de Deus e nosso papel

foto por:  Markus Spiske em Unsplash

Nas pequenas coisas, nos pequenos detalhes se revela o cuidado de Deus por nós, provendo os recursos, livramento e nos conduzindo a sermos testemunhas, expressão de Sua vontade e revelar da Sua glória.

Depois de serem acolhidos na ilha e do testemunho de Paulo com relação à víbora que o havia picado, eles são acolhidos pelo principal daquele lugar, como também os enviou na jornada que tinha que ir, como está no capítulo vinte e oito de Atos, do versículo sete ao onze:  “Perto daquele lugar, havia um sítio pertencente ao homem principal da ilha, chamado Públio, o qual nos recebeu e hospedou benignamente por três dias. Aconteceu achar-se enfermo de disenteria, ardendo em febre, o pai de Públio. Paulo foi visitá-lo, e, orando, impôs-lhe as mãos, e o curou. À vista deste acontecimento, os demais enfermos da ilha vieram e foram curados, os quais nos distinguiram com muitas honrarias; e, tendo nós de prosseguir viagem, nos puseram a bordo tudo o que era necessário. Ao cabo de três meses, embarcamos num navio alexandrino, que invernara na ilha e tinha por emblema Dióscuros.” (Atos dos Apóstolos 28.7-11, BEARA).

São nestes pequenos detalhes que vemos a mão de Deus operando, provendo o livramento, os recursos e tudo que é necessário. Temos e precisamos aprender a viver segundo a Sua vontade e mesmo diante de tantos problemas, temos que revelar e manifestar as Suas virtudes a todos, pois somos reconciliadores dos homens, instrumentos de Sua justiça, responsáveis como Cristo a revelar o Deus invisível de forma visível por meio de nossas vidas.

Anúncios