Revelando a graça recebida

É indiscutível que o nosso viver nos conduz a expressarmos o que recebemos do Pai e não se trata de religiosidade, mas do revelar das Suas virtudes.

“Na prova deste serviço, eles glorificam a Deus pela obediência da confissão que vocês fazem do evangelho de Cristo e pela generosidade com que vocês contribuem para eles e para todos, enquanto eles oram por vocês, com grande afeto, por causa da extraordinária graça de Deus que foi dada a vocês.” (2Coríntios 9.13–14 NAA)

Os outros irmãos reconheciam a graça de Deus abundante não por causa da religiosidade e nem das liturgias e muito menos da eficiência de seus cultos, mas pela generosidade revelada, pelo cuidado com os outros, pela oferta voluntária. A expressão da graça se dá na manifestação de ações em favor do outro, revelando compaixão, misericórdia, amor e a bondade de Deus.