Importante, mas não fundamentais

foto por: Jessica Christian em Unsplash

O mais importante é crermos nas palavras do Senhor, como o exemplo que temos no evangelho de João, no capítulo quatro, do versículo quarenta e oito ao cinquenta, quando o pai crê nas Suas palavras:

Então Jesus lhe disse: — Se vocês não virem sinais e prodígios, de modo nenhum crerão. O oficial pediu mais uma vez: — Senhor, venha, antes que o meu filho morra! Jesus respondeu: — Vá, o seu filho vai viver. O homem creu na palavra de Jesus e partiu.” (João 4.48–50 NAA)

Os sinais são úteis e importantes no processo, mas não fundamentais no nosso processo de crermos nas palavras do Senhor. Revelamos autoridade não pelo poder que podemos expressar, mas por andarmos na vontade do Senhor, manifestando autoridade de quem conhece o Pai e a Sua vontade. Os sinais, milagres que podemos tomar parte são importantes em nossa jornada, mas não essenciais para o conhecimento do Pai, pois o que nos leva a conhecê-Lo é nos comprometermos com Ele e Sua vontade, nos submetendo às Suas palavras.

Temos que compreender que sinais são importantes na jornada, mas não fundamentais para andarmos na vontade do Pai, pois o que nos leva a conhecer e obedecermos são as palavras que o Senhor profere que nos leva a crermos nas promessas.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE