Os sinais ajudam no processo de crermos

Precisamos entender que sinais são importantes no processo de crermos, mas não fundamentais para a nossa jornada com o Senhor, como temos o exemplo do pai quanto a cura de seu filho.

“Com isso, o pai reconheceu que aquela era precisamente a hora em que Jesus tinha dito a ele: “O seu filho vai viver.” E ele e toda a sua casa creram. Este foi o segundo sinal que Jesus fez, depois de ir da Judeia para a Galileia.” (João 4.53–54 NAA)

Priorizamos muitas vezes o que não é importante, talvez foquemos em sinais, mas eles não são cruciais no processo, são importantes, pois despertam o nosso viver para andarmos segundo a fé, conforme as palavras de Cristo. As obras nos chamam a atenção, mas o que nos conduz a crermos são as palavras que o Senhor profere.