Encontramos o Messias

foto por: Wolfgang Hasselmann em Unsplash

Encontramos uma situação especial no evangelho de João, no capítulo um, nos versículos quarenta e um e quarenta e dois, quando André afirma que encontrou o Messias, como podemos ler:

Ele encontrou primeiro o seu próprio irmão, Simão, a quem disse: — Achamos o Messias! (“Messias” quer dizer “Cristo”.) E o levou a Jesus. Jesus olhou para ele e disse: — Você é Simão, filho de João, mas agora será chamado Cefas. (“Cefas” quer dizer “Pedro”.)” (João 1.41–42 NAA)

Cada um de nós, como André se sentiu responsável, devemos não só proclamar que encontramos o Messias, como devemos conduzir as pessoas até Cristo, apresentando-lhes o Senhor, revelando a Sua glória, agindo como cartas vivas e como o bom perfume de Cristo de maneira que elas conheçam o Senhor e assim sejam conduzidos na Sua vontade, pois somos os seus reconciliadores. Não é algo que podemos delegar para outros, mas, caminhando para a maturidade e para o pleno conhecimento de Cristo, possamos revelá-Lo e assim apresentar o Pai à todos, de maneira que conheçam da Sua salvação e reconciliação, mediante a oferta de Cristo que morreu e ressuscitou para recebermos o perdão e a justificação para a glória e louvor do Senhor.

As pessoas conhecerão o Pai quando compreendermos que O encontramos e que precisamos levar todos até Ele, agindo como Cristo e revelando a glória do Pai, sendo Seus imitadores e agindo como cartas vivas, espalhando a fragrância do conhecimento do Senhor.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE