Como cartas, como o bom perfume

Somos chamados para sermos a palavra viva de Cristo em meio as trevas, andando com imitadores de Cristo e revelando o Seu amor ao mundo, iluminando o entendimento e conduzindo todos ao conhecimento do Pai.

“Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta a fragrância do seu conhecimento em todos os lugares. Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto entre os que estão sendo salvos como entre os que estão se perdendo. Para com estes, cheiro de morte para morte; para com aqueles, aroma de vida para vida. Quem, porém, é capaz de fazer estas coisas?” (2Coríntios 2.14–16 NAA)

“Vocês são a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos. Vocês manifestam que são carta de Cristo, produzida pelo nosso ministério, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de carne, isto é, nos corações.” (2Coríntios 3.2–3 NAA)

Temos que compreender que nós somos a palavra viva, a expressão de Cristo, por isso somos o bom perfume, somos cartas vivas, pois tudo que fizermos, tem de revelar Cristo ao mundo. Somente quando entendemos e buscamos de todo coração a vontade do Pai é que caminharemos para a maturidade, santificação e expressão de Deus ao mundo.