Impossível a purificação

Foto de Inna Kapturevska na Unsplash

Quando pensamos que nossos sacrifícios são suficientes para a remissão do pecado, estamos equivocados, como podemos ler em Hebreus, no capítulo dez, do versículo quatro ao sete:

“porque é impossível que o sangue de touros e de bodes remova pecados. Por isso, ao entrar no mundo, Cristo disse: “Sacrifício e oferta não quiseste, mas preparaste um corpo para mim; não te agradaste de holocaustos e ofertas pelo pecado. Então eu disse: ‘Eis aqui estou! No rolo do livro está escrito a meu respeito. Estou aqui para fazer, ó Deus, a tua vontade.” (Hebreus 10.4–7 NAA)

Enquanto acharmos que se trata do nosso esforço, religiosidade e imposição de regras, permaneceremos na nossa ignorância e alheios à vontade do Pai. O sacrifício que remove o pecado e nos santifica, fazendo de nós um novo ser é o que Cristo realizou. O nosso esforço, nosso sacrifício, os rituais que adotamos não nos purificam e nem removem o pecado. Somente Cristo, como Cordeiro de Deus, que se fez oferta para que houvesse o perdão, a remissão dos pecados e a nossa justificação.

É impossível que o sacrifício que possamos fazer mediante o nosso esforço, possa nos purificar, pois ele é resultante do que Cristo fez, se movendo em nosso favor como oferta verdadeira e definitiva.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE

Publicidade