Tomar cuidado

Precisamos tomar cuidado para não termos o coração endurecido e nos afastarmos das promessas, como podemos ler na carta aos Hebreus, no capítulo três, do versículo doze ao quatorze.

“Tenham cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha um coração mau e descrente, que se afaste do Deus vivo. Pelo contrário, animem uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama “hoje”, a fim de que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado. Porque temos nos tornado participantes de Cristo, se, de fato, guardarmos firme, até o fim, a confiança que, desde o princípio, tivemos.” (Hebreus 3.12–14 NAA)

O que determina que estamos no caminho e na direção da vontade de Deus? Não se trata da nossa religiosidade, mas do estilo de vida que temos, pois se andamos segundo o engano do pecado, vivendo uma vida promíscua, na mentira e longe do propósito de Deus, não santificando, rejeitando os ensinos e negligenciando a palavra ouvida, certamente não revelamos a fé que somos chamados para viver. Podemos até sermos religiosos e enganarmos a nós mesmos, mas não a Deus, pois tudo, toda a nossa motivação, desejos e pensamentos ocultos estão escancarados diante da Sua face.

Publicidade