Autoridade para perdoar

Jesus revela a que veio ao mundo e para que compreendamos que Ele é o único designado por Deus, para que mediante a Sua oferta recebamos o perdão dos pecados, como podemos ler em Lucas, no capítulo cinco, do versículo vinte ao vinte e quatro:

“Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: — Homem, os seus pecados estão perdoados. E os escribas e fariseus começaram a pensar: — Quem é este que diz blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, a não ser um, que é Deus? Jesus, porém, conhecendo os pensamentos deles, disse-lhes: — O que vocês estão pensando em seu coração? O que é mais fácil? Dizer: “Os seus pecados estão perdoados”, ou dizer: “Levante-se e ande”? Mas isto é para que vocês saibam que o Filho do Homem tem autoridade sobre a terra para perdoar pecados. E disse ao paralítico: — Eu digo a você: Levante-se, pegue o seu leito e vá para casa.” (Lucas 5.20–24 NAA)

Não é por meio de nem um outro, não se trata de mérito pessoal, isto é, de fazer para merecer, mas é decorrente da graça revelada em Cristo Jesus, que morreu para o perdão de nossos pecados e ressuscitou para a nossa justificação e sermos apresentados diante do Pai: santos, inculpáveis e irrepreensíveis, para sermos para louvor da glória do Seu nome.

Publicidade