Revelando que procedemos de Deus

Revelamos que somos de Deus quando, rejeitando as obras das trevas, praticamos o que é bom, pois não agimos com maldade em relação ao outro.

“Amado, não imite o que é mau, e sim o que é bom. Quem pratica o bem procede de Deus; quem pratica o mal jamais viu a Deus.” (3João 11 NAA)

Quando oramos no Pai Nosso para sermos guardados do mal, estamos pedindo a Deus que não nos deixe e nos ajude a não praticar o mal contra o próximo. Quando praticamos o mal, somente revelamos a nossa natureza humana e demonstramos o quanto somos escravos do pecado e que não compreendemos como devemos viver neste mundo, mas se deliberadamente insistimos em fazer o mal para o próximo, revelamos que não somos de Deus e que não entendemos a salvação que nos é oferecida pela graça.