A necessidade de compreender

foto por: Jonny Gios  em Unsplash

Tudo que Cristo fez foi a vontade do Pai e a ela se submeteu, pois unido com o Pai, foi diligente em cumprir e realizar o que o Pai queria, como podemos ler no evangelho de João, no capítulo quatorze, do versículo oito ao onze, que o Seu propósito era revelar o Pai.

Filipe disse a Jesus: — Senhor, mostre-nos o Pai, e isso nos basta. Jesus respondeu: — Há tanto tempo estou com vocês, Filipe, e você ainda não me conhece? Quem vê a mim vê o Pai. Como é que você diz: “Mostre-nos o Pai”? Você não crê que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu digo a vocês não as digo por mim mesmo, mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras. Creiam que eu estou no Pai e que o Pai está em mim; creiam ao menos por causa das mesmas obras.” (João 14.8–11 NAA)

Temos a necessidade de compreender que assim como Cristo está no Pai, nós, unidos a Ele estamos unidos com o Pai também e por isso é nossa responsabilidade revelá-Lo ao mundo. Quem nos vê, deve ver Cristo, quem vê o Cristo em nós, na realidade vê o Pai. Revelamos o Pai por causa das obras que realizamos, não é de outra maneira. Expressarmos Cristo, sermos cheios Dele, é que nos conduzirá no cumprimento de Sua vontade.

A necessidade de compreender é para que busquemos o conhecimento do Senhor, santifiquemos o nosso proceder e assim O revelemos por meio de nossas palavras e ações e possam todos vê-Lo por meio de nossas vidas.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE