Ser prudente e simples

“Eis que eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas.” (Mateus 10.16 RA).

Duas coisas importantes que precisamos observar, pois não podemos e nem devemos viver de forma arrogante e opulenta, mas, mesmo na riqueza e fartura, expressar a simplicidade e o reconhecimento de nossa dependência completa de Deus, pois não é a nossa arrogância que nos salva e nos permite viver o reino de Deus, e sim, o reconhecimento de nossa miserabilidade diante do Criador que fez tudo em nosso favor. E também, precisamos compreender que devemos ser prudentes, isto é cuidadosos, atentos a tudo que está à nossa volta, sempre prontos para receber um golpe daquele que quer nos destruir e nos afastar de Deus, por isso, andarmos ligado em todas as coisas é fundamental, para percebermos quando ele está tentando nos enganar e nos convidando para desfrutar da forma de pensar e viver deste mundo. Somos chamados para revelarmos a glória de Deus e andarmos como Cristo, por isso, não podemos deixar de estar ligados em tudo que está acontecendo para não cairmos na cobiça e assim, desonrarmos ao nosso Deus.