Memória curta

“E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber?” (Êxodo 15.24 RA).

Ao analisarmos as nossas vidas, atitudes e o que nos sobrevém, não somos, quanto a natureza, diferentes do povo de Israel que tinha sido livrado das mãos do faraó três dias antes de forma excepcional. Mas depois de três dias de iniciada a jornada, começaram a reclamar que não havia água para beber. Será que nos esquecemos dos milagres, do poder de Deus e das Suas promessas? É sobre isso que precisamos repensar nossas vidas, pois reclamamos muito da situação que vivemos, dos problemas que temos que enfrentar e não amadurecemos, compreendendo que o livramento, virá por parte do Senhor. Somente precisamos aprender a descansar. Não devemos ter memória curta sobre o que o nosso Deus faz em nosso favor.