Prontidão em fazer

A coisa que mais nos falta é a diligência em fazer o que seja da vontade de Deus. Perdemos em nossa falta de foco, querendo o que seja mais fácil e tranquilo para nós ou o que planejamos em nossos corações e não compreendemos que precisamos aprender a nos sujeitar e a ser diligentes quanto a fazer a Sua vontade.

Paulo é um exemplo de ser diligente. Ele tentava realizar o seu plano de viagem, conforme era o seu entendimento da vontade de Deus, mas o Espírito Santo o impedia de fazer o que tinha planejado. Após compreender o que Deus queria dele, abandonou e seguiu o rumo no realizar dessa vontade.

Depois de tentar ir em uma direção e o Espírito o impedindo, teve uma visão, como podemos ler em Atos, no capítulo dezesseis, versículo nove: “Naquela noite Paulo teve uma visão. Ele viu um homem da província da Macedônia, que estava de pé e lhe pedia: “Venha para a Macedônia e nos ajude!” (Atos dos Apóstolos 16.9, NTLHE).

Qual foi a atitude de Paulo? Pensar sobre o assunto? Orar para pedir confirmação? Fazer o que tinha planejado e depois cumprir esta visão? Não! Podemos ler sobre o que ele fez no versículo dez: “Logo depois dessa visão, nós resolvemos partir logo para a Macedônia, pois estávamos certos de que Deus nos havia chamado para anunciar o evangelho ao povo dali.” (Atos dos Apóstolos 16.10, NTLHE).

Esta diligência em fazer é que precisamos aprender, temos que estar prontos e sempre dispostos a fazer a vontade de Deus quando compreendemos e entendemos o Seu querer. Nossas vidas tem um propósito e precisamos cumpri-lo, portanto temos que proclamar, revelar, manifestar as virtudes do Pai e o Seu reino neste mundo. Não estamos aqui para realizarmos os nossos sonhos, mas, o que Ele sonhou para nós e fazendo isso, podemos aproveitar as oportunidades que surgem, como: emprego, cargo, negócio, lazer e tantas outras coisas que desejamos.

Anúncios