O descanso como fonte de compaixão

Entendermos que somos a fonte para saciar a sede, que somos o pão que alimenta as pessoas é fundamental, por isso, precisamos compreender a fonte do descanso que é o Senhor e a Ele nos submeter para podermos ser instrumento de revelação e fonte de descanso para as pessoas.

Para experimentarmos o descanso, precisamos entender que temos que no submeter a Cristo, sujeitar a Sua vontade, isto é, sermos Seus seguidores, quando assim fizermos, experimentaremos o verdadeiro descanso que podemos ter Nele.

Ele falou sobre isso em Mateus, no capítulo onze, do versículo vinte e oito ao trinta, como podemos ler: “Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descansoSejam meus seguidores e aprendam comigo porque sou bondoso e tenho um coração humilde; e vocês encontrarão descanso. Os deveres que eu exijo de vocês são fáceis, e a carga que eu ponho sobre vocês é leve.” (Mateus 11.28–30, NTLHE).

Quando queremos viver neste mundo segundo as expectativas e pensamento natural, experimentamos a ansiedade e a preocupação com as demandas da vida. Mas quando compreendemos que Ele é fonte de tudo que necessitamos, que o nosso Deus cuida de nós, e que recebemos tudo que precisamos; então, encontramos Nele o descanso. Mas o princípio para isso é o reconhecimento que somos seguidores e que por causa disto, precisamos rejeitar, negar a nós mesmos, tomarmos a cruz e seguirmos a Cristo. Quando assim fazemos, estamos declarando em atitude que não queremos viver segundo o pensamento natural, mas segundo a vontade de Deus. Ao nos sujeitarmos e experimentamos o verdadeiro descanso que Ele tem, mesmo que tudo pareça estar de cabeça para baixo aos olhos dos outros.

Quando desfrutamos do descanso que Ele nos oferece, porque nos submetemos a Ele, podemos ajudar outros a experimentar da verdadeira vida e ter a verdadeira experiência de vida com o Senhor, não vivendo de forma ansiosa; mas sim, desfrutando e podendo ser fonte de vida, ser pão e descanso para as pessoas, conduzindo as ao conhecimento da vontade do Pai, sendo uma oferta em favor do outro.

Anúncios