O conhecimento da verdade e a libertação

foto por: Erik Kossakowski em Unsplash

O nosso entendimento precisa ser iluminado com a vontade de Deus para que possamos experimentar a verdadeira liberdade e assim, compreendendo a Sua obra na cruz, conhecendo o Pai e vivendo segundo as palavras proferidas por Cristo, nosso Senhor, experimentaremos a verdadeira vida, teremos o entendimento da verdade e seremos conduzidos à liberdade, de maneira que vivamos como filhos de Deus e não escravos do pecado, filhos do Diabo.

Jesus falou com relação a isso no evangelho de João, no capítulo oito, versículos trinta e um e trinta e dois: “Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (João 8.31–32, BEARA). E Ele falou no trinta e quatro e trinta e seis, com relação a verdadeira libertação: “Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: todo o que comete pecado é escravo do pecado. O escravo não fica sempre na casa; o filho, sim, para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (João 8.34–36, BEARA).

A verdadeira libertação vem do conhecimento e compreensão da vontade de Deus, para que possamos viver neste mundo na plenitude de Sua vontade, expressando a Sua glória, revelando o Seu nome e sendo instrumentos da Sua justiça, levando o conhecimento e compartilhando da Sua vida, conduzindo as pessoas ao Seu conhecimento e a submissão a Cristo.

A verdadeira liberdade está no fato de compreendermos o que precisamos fazer como filhos de Deus e realizarmos essa obra como Cristo, revelando e expressando o Pai. Quando conhecemos a verdade, somos libertos da escravidão do pecado a que estamos sujeitos e experimentamos da verdadeira vida.

Anúncios