Nossa responsabilidade como foi de Paulo

Nossa responsabilidade como foi de Paulo

foto por: chandler denise em Unsplash

Paulo escrevendo a Tito fala de sua responsabilidade como despenseiro de Deus no capítulo um, do versículo um ao três, como podemos ler:

Eu, Paulo, servo de Deus e apóstolo de Jesus Cristo, escrevo esta carta. Eu fui escolhido e mandado para ajudar a tornar mais forte a fé que o povo de Deus tem e para fazer com que eles conheçam a verdade ensinada pela nossa religião, que se baseia na esperança de recebermos a vida eterna. Deus, que não mente, nos prometeu essa vida, antes da criação do mundo, e no tempo certo ele a revelou na sua mensagem. Essa mensagem foi entregue a mim, e eu a anuncio por ordem de Deus, o nosso Salvador.” (Tito 1.1–3, NTLHE).

Qual a nossa responsabilidade e compromisso com o reino e a vontade de Deus? Fomos enviados para ajudar as pessoas a se fortalecerem na fé, conhecer a verdade da salvação (vida eterna), falarmos da esperança da vida eterna. Estes aspectos devem estar em nossa mensagem, na razão do nosso ide e no compromisso com as pessoas, com Deus, Seu reino e Sua vontade.

Não temos outro compromisso, as coisas desta vida, nós somente usamos, não focamos o nosso coração, mas as temos como meios para cumprir o nosso propósito de anunciar a reconciliação de Deus por meio de Cristo, a esperança da vida eterna e somos responsáveis por ajudar as pessoas no processo de amadurecimento e compreensão da fé e da esperança que temos.

Assim como Paulo devemos focar no que é prioritário, no compromisso com Deus e no realizar da Sua vontade, levando a mensagem da salvação e ensinando a viver o reino na terra.

Ouça a reflexão completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLEPODCAST