Não podemos jogar segundo o jogo do mundo

Paulo em sua segunda carta aos Coríntios, no capítulo dez, do versículo três ao seis, afirma:

Porque, embora andando na carne, não militamos segundo a carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo, e estando prontos para punir toda desobediência, uma vez completa a vossa submissão.” (2Coríntios 10.3–6 RA).

O jogo do mundo é sórdido, onde não existe respeito pelo próximo, se procura tirar o máximo do outro, explorar, abusar, ser hipócrita, mentir, enganar, roubar, ser egoísta. Mas quando compreendemos quem somos em Deus e que não podemos agir segundo estes princípios, mas segundo Cristo, nós revelamos o reino de Deus e somos luz. Por isso, ao entendermos que todo o nosso trabalho e esforço está em destruirmos esta forma de pensar, anular todo pensamento e atitude equivocada, levando as pessoas à verdadeira liberdade e ao conhecimento de Deus, estaremos cumprindo o nosso papel e levando a mensagem pura e clara do evangelho a todos os cantos e conduzindo as pessoas a Cristo e à liberdade que Ele nos prometeu.

Não andamos e nem podemos andar neste mundo segundo a mesma forma de pensar, mas devemos nos despir de toda forma de ser natural, para agirmos neste mundo como Cristo e conduzir as pessoas à maturidade e ao conhecimento do Senhor.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE