Limito minha liberdade por causa do outro?

Limito minha liberdade por causa do outro

foto por: Ben Wicks em Unsplash

Na primeira carta de Paulo aos coríntios, no capítulo dez, versículos vinte e oito e vinte e nove, lemos:

“Mas, se alguém disser a vocês: “Esta comida foi oferecida aos ídolos”, neste caso não comam, por causa daquele que disse isso e também por motivo de consciência. Não estou falando da sua própria consciência, mas da consciência do outro. Mas alguém pode perguntar: “Por que é que a minha liberdade deve ser diminuída pela consciência dos outros?” (1Coríntios 10.28–29, NTLHE).

Será que somos maduros para aprendermos sobre isso e fazermos segundo a instrução que Paulo nos dá? Depende de nossa maturidade e consciência sobre o nosso papel na vida do outro, para o seu amadurecimento e entendimento, que temos que fazemos parte do mesmo Corpo e que devemos revelar o amor de Deus em nossas atitudes, manifestando as virtudes Daquele que nos tirou das trevas.

Nossa liberdade não é tolhida por causa da consciência do outro, pois ela está no entendimento do nosso compromisso com Deus e Sua vontade e naquilo que é nossa responsabilidade: levar o outro ao amadurecimento, não ao pecado.

Ouça completo no agregador de podcast de tua preferência:
CASTBOX, SPORTFY, DEEZER ou GOOGLE PODCAST