Justiça atribuída pela fé!

foto por: freestocks.org em Unsplash

Somos justos diante de Deus não pelo que fizemos, pelas obras que praticamos e muito menos pela obediência a mandamentos. A vida com Deus é resultante da fé, pois somos justificados pela Sua graça, por meio da fé em Cristo que realizou a oferta em nosso favor, para nos comprar e santificar para o Pai.

Não se trata, portanto, como Paulo fala em Romanos, do que fazemos, mas de ter sido atribuído a nós a justiça, como está no capítulo quatro, do versículo vinte e três ao vinte e cinco: “E não somente por causa dele está escrito que lhe foi levado em conta, mas também por nossa causa, posto que a nós igualmente nos será imputado, a saber, a nós que cremos naquele que ressuscitou dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor, o qual foi entregue por causa das nossas transgressões e ressuscitou por causa da nossa justificação.” (Romanos 4.23–25, BEARA).

Precisamos parar de querer comprar Deus para a nossa causa e compreendermos que não se trata de nosso empenho e nem do nosso esforço para tentar agradá-Lo para sermos aceitos, mas somos aceitos por causa do que Cristo fez em nosso favor e que a nossa vida deve ser uma oferta em favor das pessoas para que possam ver Deus em nós. Somos justos não porque somos bons, mas por causa do que Cristo fez por nós.

Anúncios