Aprendendo a ouvir o Espírito Santo

Ouvir a vontade de Deus e nos submetermos a ela é  fundamental. Nem sempre temos ideia do tamanho da obra e nem do impacto que Ele deseja realizar por meio de nossas vidas, mas, precisamos aprender a ser submissos e obedientes.

Temos o exemplo de Paulo e Barnabé, juntamente com outros irmãos, em Atos, no capítulo treze, versículos dois e três: “Certa vez, quando eles (Barnabé; Simeão, chamado “o Negro”; Lúcio, de Cirene; Manaém, que havia sido criado junto com o governador Herodes; e Saulo.) estavam adorando o Senhor e jejuando, o Espírito Santo disse: — Separem para mim Barnabé e Saulo a fim de fazerem o trabalho para o qual eu os tenho chamado. Então eles jejuaram, e oraram, e puseram as mãos sobre Barnabé e Saulo. E os enviaram na sua missão.” (Atos dos Apóstolos 13.2–3, NTLHE).

Esta obediência nos conduziu ao que hoje compreendemos ser a igreja, o reino de Deus, pois foi através de Paulo que o evangelho se espalhou pelo mundo, não ficando restrito à nação de Israel, como foi no início.

Este homem, juntamente com os outros, se sujeitaram à vontade de Deus, obedecendo ao que o Espírito determinava e por causa desta obediência, recebemos por meio das cartas de Paulo o entendimento do reino e da Sua vontade para as nossas vidas. Por isso, precisamos aprender com este exemplo a nos submetermos ao que o conhecemos do Seu querer em obediência, fazendo a Sua vontade.

Anúncios