O fazer a vontade de Deus

Refletirmos sobre o que significa fazer a vontade Deus é muito importante para nossas vidas, e devemos diariamente refletir se estamos nos sujeitando à Sua vontade ou se estamos andando em cada decisão segundo os nossos interesses. Pois na obediência é que está o cumprir e obedecer, não por uma questão de medo de punição ou para alcançar alguma coisa, mas, devido a consciência de quem somos e da obra que Ele fez em nosso favor.

Jesus ensinando, conta a história sobre dois filhos e a obediência quanto a vontade do pai. Isto, está em Mateus, no capítulo vinte e um, do versículo vinte e oito ao trinta e um: “Jesus continuou: — E o que é que vocês acham disto? Certo homem tinha dois filhos. Ele foi falar com o mais velho e disse: “Filho, hoje você vai trabalhar na minha plantação de uvas.” Ele respondeu: “Eu não quero ir.” Mas depois mudou de idéia e foi. — O pai foi e deu ao outro filho a mesma ordem. E este disse: “Sim, senhor.” Mas depois não foi. Qual deles fez o que o pai queria? — perguntou Jesus. E eles responderam: — O filho mais velho. Então Jesus disse a eles: Eu afirmo a vocês que isto é verdade: os cobradores de impostos e as prostitutas estão entrando no Reino de Deus antes de vocês.” (Mateus 21.28–31, NTLHE).

A obediência não está no que falamos, mas no que fazemos, na nossa atitude e nas ações e reações que manifestamos diante das situações e na compreensão do que Deus fez em nosso favor.  Na nossa religiosidade nos prendemos a cantar, a falar e dizer aos outros o que devem fazer, mas no nosso dia a dia, não refletimos se temos ou não feito a vontade de Deus e nem se estamos andando conforme os valores eternos do Reino.

Sermos filhos está no fato de nos submetermos e vivermos segundo a vontade do Pai, conscientes da obra que Cristo realizou em nosso favor e na libertação, como na capacitação para vivermos neste mundo segundo os valores eternos do Criador, sendo Seus imitadores.

Anúncios