Alinhamento entre atos e palavras

Nossas palavras e atos devem estar alinhados, pois não é um aspecto de falarmos que estamos arrependidos, mas de revelarmos por meio de ações que de fato o estamos. Quando falamos, mas não expressamos em atos nossas palavras ou se eles não antecedem nossas palavras, estamos sendo só religiosos e ainda não entendemos o evangelho do Senhor Jesus.

Assim foi o que João Batista falou para o povo. A necessidade de arrependimento, de mudança de atitude e ele afirma em Mateus, no capítulo três, versículos um e dois: “Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia e dizia:  Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.” (Mateus 3:1-2, RA). O que as pessoas faziam, está registrado nos versículos cinco e seis, que é a confissão dos seus erros: ” Então, saíam a ter com ele Jerusalém, toda a Judéia e toda a circunvizinhança do Jordão;  e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados.” (Mateus 3:5-6, RA).

E João ao ver as atitudes dos religiosos, afirma no versículo sete: “Vendo ele, porém, que muitos fariseus e saduceus vinham ao batismo, disse-lhes: Raça de víboras, quem vos induziu a fugir da ira vindoura?” (Mateus 3:7, RA). Ele falou isso, porque as atitudes não eram coerentes com as suas palavras, como está nos versículos oito e nove: “Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;  e não comeceis a dizer entre vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos afirmo que destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão.” (Mateus 3:8-9, RA).

Isto é importante entendermos. Não se trata de nossa origem, não se trata das nossas convicções e aprendizagem e muito menos o conhecimento que temos sobre a bíblia, mas, o entendimento de quem somos em Deus, da obra realizada por Ele em nossas vidas e que fomos chamados para as boas obras. Tendo este entendimento, rejeitamos o pensamento natural, negamos a nós mesmos e nos submetemos à vontade de Deus. Quando assim fazemos, estamos na jornada de amadurecimento, de santificação e de expressão de Deus por meio da nossa vida.

Anúncios