Não fugir da responsabilidade

Não fugir da responsabilidade

foto por: Pixabay em pexels

Paulo instruindo a Timóteo, na sua segunda carta, no capítulo quatro, versículos um e dois, afirma:

Na presença de Deus e de Cristo Jesus, que julgará todos os seres humanos, tanto os que estiverem vivos como os que estiverem mortos, eu ordeno a você, com toda a firmeza, o seguinte: por causa da vinda de Cristo e do seu Reino, pregue a mensagem e insista em anunciá-la, seja no tempo certo ou não. Procure convencer, repreenda, anime e ensine com toda a paciência.” (2Timóteo 4.1–2, NTLHE).

Temos uma só responsabilidade: o reino de Deus. Diante do fato de sermos responsáveis pelo que tange ao plano e propósito que Ele estabeleceu para nós, devemos anunciar em todo o tempo, devemos insistir, procurar convencer, repreender, animar e ensinar sobre os valores eternos e sobre a vontade de Deus. Temos que fazer isso com muita paciência, perseverança, resiliência, demonstrarmos a compaixão, a graça e a misericórdia às pessoas.

A única oportunidade que as pessoas têm de conhecer sobre o nosso Deus, Seu reino e Sua vontade é através das nossas vidas, somos responsáveis por revelarmos este reino, por anunciar a salvação e principalmente ensiná-las a viver a Sua vontade neste mundo. Não podemos fugir à nossa responsabilidade como filhos.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLEPODCAST