Ele não está entre os mortos

foto por: Pauline FIGUET em Unsplash

No evangelho de Lucas, no capítulo vinte e quatro, do versículo cinco ao sete, podemos ler o que o anjo falou às mulheres:

Estando elas possuídas de temor, baixando os olhos para o chão, eles lhes falaram: Por que buscais entre os mortos ao que vive? Ele não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos de como vos preveniu, estando ainda na Galileia, quando disse: Importa que o Filho do Homem seja entregue nas mãos de pecadores, e seja crucificado, e ressuscite no terceiro dia.”(Lucas 24.5–7 RA).

Esta é a nossa esperança: que o Senhor ressuscitou e que vive. E graças a Sua oferta em nosso favor, Sua morte e ressurreição é que nos assegura a vida. Pois através da Sua oferta, fomos resgatados pelo nosso Deus para vivermos em novidade de vida. Viver em novidade de vida é compreendermos que morremos com Cristo e que com Ele fomos ressuscitados, feitos um novo ser, uma nova criatura, agora, somos seres espirituais, feitos à imagem de Cristo e que recebemos da natureza de nosso Deus, para vivermos neste mundo como O agrada, rejeitando as paixões humanas. Nossa esperança é decorrente da ressurreição de Cristo e que Ele vivendo na presença do Pai, intercede por nós.

Nossa vida não é decorrente do nosso esforço, mas da obra de Cristo que morreu, ressuscitou e vive, não estando entre os mortos, mas nos concedeu da vida eterna para andarmos na presença do Pai.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE