A quem dedicamos o nosso trabalho?

Servimos sempre ao Senhor quando servimos as pessoas

foto por: Kobe Amoh em Unsplash

Com a nossa religiosidade não compreendemos de fato quem somos e nem o nosso papel neste mundo, pois segregamos nossas vidas em departamentos e agimos de forma diferente em cada um, nos esquecendo que somos seres espirituais, filhos de Deus, criados à imagem de Cristo, que recebemos da vida e da natureza do Pai para andarmos de modo digno da vocação que recebemos do Senhor, como membros da Sua família, cujo propósito é revelar o Pai.

Por isso, Paulo instruindo aos irmãos, fala aos trabalhadores de sua época, dando-lhes instruções específicas, como está em Efésios, capítulo seis, do versículo cinco ao oito: “Quanto a vós outros, servos, obedecei a vosso senhor segundo a carne com temor e tremor,na sinceridade do vosso coração, como a Cristo, não servindo à vista, como para agradar a homens, mas como servos de Cristo, fazendo, de coração, a vontade de Deus; servindo de boa vontade, como ao Senhor e não como a homens, certos de que cada um, se fizer alguma coisa boa, receberá isso outra vez do Senhor, quer seja servo, quer livre.” (Efésios 6.5–8, BEARA).

Temos que dar testemunho do reino, revelar o Pai, por isso, devemos olhar o nosso trabalho na perspectiva de servir e fazer tudo como para o Senhor, fazendo com todo empenho e zelo, para que Ele seja visto por meio de nossas vidas. Trabalhamos para o Senhor e não para as pessoas. Servimos as pessoas para que elas sejam conduzidas ao conhecimento da salvação e da graça de nosso Deus que se revela por meio de nossas vidas, por isso, precisamos entender que dedicamos o nosso serviço ao Senhor, pois Ele é o fim de tudo o que fazemos.

Anúncios