Conduzidos ao amor de Deus e a constância de Cristo

foto por: Tiard Schulz em Unsplash

Nossa vida deve ser vista como um processo de Deus, atuando, nos guiando, revelando, se mostrando para que sejamos caminhados para a plenitude da expressão de Cristo, o revelar pleno de Sua obra em nós. Fomos chamados para o reino para vivermos como Cristo.

Paulo escrevendo, diz aos irmãos de Tessalônica que orava sobre isso, como podemos ler na segunda carta, capitulo três, versículo cinco: “Ora, o Senhor conduza o vosso coração ao amor de Deus e à constância de Cristo.” (2Tessalonicenses 3.5, BEARA).

Todo propósito de Deus, toda a Sua vontade é nosso amadurecimento e  que sejamos expressão de Cristo em toda as obras que realizarmos, que O revelemos às pessoas. Nossa jornada se trata de amadurecermos, de conhecermos o Pai, sermos Seus imitadores, por isso, a santificação é o caminho normal a seguirmos como filhos, de maneira que sejamos expressão do Seu amor e que nossas vidas, revelem sempre, em todo momento e lugar: Cristo ao mundo. Fomos chamados para o reino, inseridos na Sua família.

Anúncios