Fracos para vivermos pelo poder de Deus!

foto por: Stephan Zabini em Unsplash

Não está na nossa força, mas no reconhecimento da nossa miserabilidade diante do Pai, de reconhecermos que somos fracos e que nós, por nós mesmos, não podemos fazer a Sua obra, mas dependemos inteiramente do Seu poder (autoridade) que repousa sobre nós, derramado pelo Espírito para nos conduzir na vontade e expressão de obras que glorificam o Seu nome.

Vivemos pelo poder de Deus, e este poder é decorrente do reconhecimento da nossa fraqueza, assim como Cristo, devemos viver neste mundo. Paulo fala sobre isso em sua segunda carta aos Coríntios, no capítulo treze, versículo quatro: “Porque, de fato, foi crucificado em fraqueza; contudo, vive pelo poder de Deus. Porque nós também somos fracos nele, mas viveremos, com ele, para vós outros pelo poder de Deus.” (2Coríntios 13.4, BEARA).

Assim como o Senhor devemos viver neste mundo, pois somos fracos Nele, para que o Seu poder se aperfeiçoe em nossa fraqueza e viveremos com Ele, em favor do Corpo, em favor dos irmãos, para que a nossa oferta, seja instrumento de Deus para a edificação da Igreja, fortalecimento uns dos outros e na condução da maturidade para que como família expressemos a Sua glória ao mundo, levando o suave perfume do Seu conhecimento a todas as pessoas, em todos os lugares e tempos.

 

 

Anúncios