Como Cristo amou a Igreja

Amor como Cristo

foto por: Andrew Itaga em Unsplash

Somos ensinados por Paulo que devemos amar nossas esposas como Cristo amou a Igreja e por ela Se entregou para a santificar. Assim como devemos amar nossa esposa e nos entregarmos em favor dela, devemos, como filhos de Deus, compreendermos que temos que ofertar a nossa vida pela edificação do Corpo, amando e honrando uns aos outros.

Esta questão Paulo trata na carta aos Efésios, no capítulo cinco, do versículo vinte e cinco ao vinte e oito: “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito. Assim também os maridos devem amar a sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama.” (Efésios 5.25–28, BEARA).

O que significa de fato se entregar? O que significa amar? Podemos ter certeza que não se trata de esperar que ela cuide de nós e atenda aos nossos caprichos, não se trata de gostar muito, mas de oferecermos a nossa vida pela edificação e crescimento. Entregamos a nós mesmos primeiro a Deus, para que a Sua vontade se cumpra em nós e através de nós, e depois nos entregamos à igreja em favor das pessoas, para que possam crescer, amadurecer e conhecer a Sua vontade também. Assim como fazemos e temos que fazer em favor da Igreja, devemos também, para o seu crescimento e amadurecimento, nos entregarmos em favor das nossas mulheres para que elas possam desempenhar o seu ministério dentro da vontade do Pai, santificando-as e conduzindo-as a serem expressão dessa vontade.

Anúncios