O maligno não nos toca

foto por: Joel Muniz em Unsplash

Precisamos compreender que o poder das trevas que domina este mundo e que obscurece o entendimento das pessoas não pode nos tocar, porque somos nascidos de Deus, somos novas criaturas, recebemos do Espírito, fomos capacitados e libertos para vivermos a vontade de Deus com entendimento e discernimento.

João escrevendo em sua primeira carta, afirma no capítulo cinco, do versículo dezoito ao vinte: “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o Maligno não lhe toca. Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno. Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.” (1João 5.18–20, BEARA).

Estas são condições que Deus nos concede e que precisamos entender. Primeiro: que Seus filhos não vivem na prática do pecado; segundo: que Ele nos guarda; terceiro: que o Maligno não nos toca: quarto: que o mundo e todas as pessoas que não estão submissas ao Pai, jazem debaixo do poder do Maligno e têm o seu entendimento obscurecido para que não compreendam a verdade de Deus. Mas, precisamos entender que como filhos, não estamos debaixo deste poder, que somos responsáveis por iluminar o entendimento das pessoas e conduzi-las ao conhecimento do Pai e Sua vontade. Tendo este entendimento, não podemos  viver na prática do pecado, pois temos que ser luz e conduzir as pessoas à liberdade para que possam desfrutar da vida de Deus que é concedida a todos.

 

Anúncios