Confiança é o fundamento de nossa vida

foto por: Marc Zimmer em Unsplash

Confiar, crer, esperar e andar conforme as palavras e promessas do Senhor é o fundamento da nossa vida. Não vivemos pelas nossas expectativas e desejos, mas precisamos aprender a andar segundo a palavra do Senhor, tendo confiança em Suas promessas, pois elas é que devem nortear todas as nossas ações.

Diante de uma situação, um pai pede a Jesus que desça para curar o seu filho, mas Jesus o envia e disse que poderia voltar, pois o seu filho estava vivo. Este homem creu e voltou, mas aprendeu a confiar quando ele teve a confirmação das palavras.

Crer é um ato de fé (ter a certeza de algo que não vemos) que envolve conhecimento e convicção das promessas feitas. Isto está em João, capítulo quatro, do versículo quarenta e oito até o cinquenta: “Então, Jesus lhe disse: Se, porventura, não virdes sinais e prodígios, de modo nenhum crereis. Rogou-lhe o oficial: Senhor, desce, antes que meu filho morra. Vai, disse-lhe Jesus; teu filho vive. O homem creu na palavra de Jesus e partiu.” (João 4.48–50, BEARA). Sua fé amadureceu pela confirmação do que tinha ouvido, como podemos ler no versículo cinquenta e três: “Com isto, reconheceu o pai ser aquela precisamente a hora em que Jesus lhe dissera: Teu filho vive; e creu ele e toda a sua casa.” (João 4.53, BEARA).

Precisamos entender que a nossa vida é fundamentada no aspecto de crermos no que o Senhor fala com relação a nós, sobre quem somos, nossa identidade, natureza e propósito a ser alcançado, para que possamos cumprir o nosso papel, revelar o Pai, sermos instrumentos na vida dos outros para que O conheçam e O vejam em nós. Fomos feitos novas criaturas, segundo a natureza de Deus, à imagem do Filho, para que como Ele, façamos das nossas vidas a oferta para conduzir as pessoas ao conhecimento da vontade do Pai.

Anúncios