Dizendo uma coisa e fazendo outra

foto por: Ezra Comeau-Jeffrey em Unsplash

Hipócrita é dizermos uma coisa e fazermos outra, é representarmos, parecendo que somos de um jeito, mas na realidade somos diferentes. Esta é a atitude de um religioso e não tem nada a ver com a vontade de Deus, e nem como o Seu chamado para as nossas vidas, pois a nós foi revelada a vontade do Pai para que a expressemos ao mundo e O revelemos aos homens, vivendo como Seus filhos e não como o pensamento e ensinamento naturais.

Jesus, argumentando com os religiosos, porque os discípulos não lavavam as mãos antes de comer, afirmou o seguinte, isto em Marcos, capítulo sete, do versículo seis ao oito: “ Jesus respondeu: — Hipócritas! Como Isaías estava certo quando falou a respeito de vocês! Ele escreveu assim: “Deus disse: Este povo com a sua boca diz que me respeita, mas na verdade o seu coração está longe de mim. A adoração deste povo é inútil, pois eles ensinam leis humanas como se fossem mandamentos de Deus.” E continuou: Vocês abandonam o mandamento de Deus e obedecem a ensinamentos humanos.” (Marcos 7.6–8, NTLHE).

Esta é a reflexão que devemos fazer. O quanto as palavras que proferimos, os ensinamos que ministramos estão alinhados com o que estamos fazendo? Nossas ações estão alinhadas com a Palavra de Deus e com o que proferimos? Se não, então estamos sendo meros religiosos, ensinando mais preceitos de homens que verdadeiramente a Sua vontade. O nosso ensino se traduz em palavras e ações. E o que mais observam são nossas ações, não as palavras proferidas, pois uma atitude tem maior influência que o que falamos.

Precisamos abandonar toda religiosidade, todo ensinamento humano, parar de fazer regras que nada tem a ver com a adoração e o verdadeiro culto a Deus que está relacionado a ofertarmos nossas vidas para que as pessoas possam conhecê-Lo.

Anúncios