Impedidos pelo Espírito de anunciar

foto por: tyler gebhart em Unsplash

Recebemos uma ordem de Jesus para irmos a todos os lugares e anunciarmos as boas novas do reino de Deus e fazermos discípulos, mas precisamos entender que devemos e temos que fazer segundo a Sua vontade, expressando-a e revelando as Suas virtudes e manifestando o Seu reino, mesmo que algumas vezes sejamos impedidos de anunciar em algum lugar, devemos buscar sempre a Sua orientação.

Paulo passou por esta experiência. Queria anunciar o evangelho, mas estava sendo impedido de fazê-lo, por que? Muitas vezes na nossa urgência, esquecemos de perguntar a prioridade. E foi isto que Paulo aprendeu.

Podemos ler sobre isso em Atos, capítulo dezesseis, do versículo seis ao nove: “E, percorrendo a região frígio-gálata, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na Ásia, defrontando Mísia, tentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu. E, tendo contornado Mísia, desceram a Trôade. À noite, sobreveio a Paulo uma visão na qual um varão macedônio estava em pé e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajuda-nos.” (Atos dos Apóstolos 16.6–9, BEARA). Diante de tal visão o que fez Paulo? Ele imediatamente partiu rumo a Macedônia, como está no versículo dez: “Assim que teve a visão, imediatamente, procuramos partir para aquele destino, concluindo que Deus nos havia chamado para lhes anunciar o evangelho.” (Atos dos Apóstolos 16.10, BEARA).

Temos e precisamos anunciar em todos os lugares, mas precisamos aprender a ouvir o Espírito para sermos conduzidos segundo a vontade de nosso Deus, agindo prioritariamente onde Ele deseja que anunciemos. E devemos fazer isso, com prontidão e alegria no coração, sabendo que a vontade do Pai é que nos guia.

Que possamos sempre, fazer da nossa vida uma oferta para anunciarmos as boas novas da salvação, falarmos do reino, mas principalmente, para expressá-lo às pessoas, pois fomos chamados para revelá-lo ao mundo.

Anúncios