Entre deus e demônio

foto por:  nick beswick em Unsplash

Precisamos compreender que não podemos colocar qualquer expectativa no ser humano, achando que seremos honrados e respeitados, pois temos no próprio processo de anunciar o evangelho por Paulo e Barnabé, que quando estavam em Listra, foram a princípio recebidos como “deuses”, mas pouco tempo depois, foram tratados como se fossem a própria expressão do “demônio”, pois a população foi convencida a apedreja-los.

Temos que entender que não podemos esperar qualquer recompensa das pessoas, mas devemos fazer da nossa vida, como Cristo, a oferta em favor de todos para que possam conhecer a Deus. Eles (Paulo e Barnabé), depois de realizarem o milagre e curar um coxo, são tratados como deuses e querem fazer sacrifícios para eles, no versículo quinze, do capítulo quatorze de Atos, podemos ler: “Porém, ouvindo isto, os apóstolos Barnabé e Paulo, rasgando as suas vestes, saltaram para o meio da multidão, clamando: Senhores, por que fazeis isto? Nós também somos homens como vós, sujeitos aos mesmos sentimentos, e vos anunciamos o evangelho para que destas coisas vãs vos convertais ao Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles;” (Atos dos Apóstolos 14.14–15, BEARA).

Mesmo tendo explicado, foi com dificuldade que impediram que fosse realizado sacrifícios em favor deles, como deuses, mas o que acontece? Nos versículos dezoito e dezenove, está: “Dizendo isto, foi ainda com dificuldade que impediram as multidões de lhes oferecerem sacrifícios. Sobrevieram, porém, judeus de Antioquiae Icônio e, instigando as multidões e apedrejando a Paulo, arrastaram-no para fora da cidade, dando-o por morto.” (Atos dos Apóstolos 14.18–19, BEARA).

O que esperar das pessoas? Nada. Não podemos esperar ou mesmo ter qualquer tipo de expectativa, mas precisamos compreender quem somos, o que recebemos e como devemos agir, para sermos a expressão de Deus no mundo, e principalmente, para fazermos das nossas vidas a verdadeira oferta, o culto que agrada ao Pai, que tem por fundamento revelar o Filho ao mundo.

Anúncios