Ouvindo a vontade de Deus

foto por: Aayam Shrestha em Unsplash

Precisamos aprender a ouvir a vontade de Deus e a ela nos submeter, fazendo o que de nós é solicitado para que vidas possam ser transformadas pelo conhecimento da vontade do Pai.

Não tem como cumprirmos a nossa missão, se não estivermos antenados e ligados ao que o Espirito nos fala. Filipe é um exemplo. Em Atos, no capítulo oito, do versículo vinte e seis ao vinte e nove podemos ler sobre ouvir e obedecer: “Um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Dispõe-te e vai para o lado do Sul, no caminho que desce de Jerusalém a Gaza; este se acha deserto.Ele se levantou e foi. Eis que um etíope, eunuco, alto oficial de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todo o seu tesouro, que viera adorar em Jerusalém, estava de volta e, assentado no seu carro, vinha lendo o profeta Isaías. Então, disse o Espírito a Filipe: Aproxima-te desse carro e acompanha-o.” (Atos dos Apóstolos 8.26–29, BEARA).

E nós? Quantas vezes ouvimos, compreendemos e fazemos? Precisamos mudar nossas atitudes e compreendermos o que significa sermos uma oferta na vida dos outros. Muitas vezes sabemos que devemos visitar uma pessoa, orar por ela, ou mesmo ajudá-la, mas não fazemos como precisamos fazer.

A obediência está em aprendermos a viver nestas pequenas coisas a vontade do Senhor e sermos instrumentos na vida dos outros.

Anúncios