Faz diferença o que fazemos ou o que importa é a motivação?

Não se trata do empenho e do trabalho realizado e muito menos do quanto vamos receber, mas sim, o porquê fazemos o que fazemos, para quem fazemos e qual o propósito do fazer.

Que possamos entender que a razão de nossas vidas não é o que receberemos, mas o quanto alcançamos corações e transformamos vidas, como conduzimos ao conhecimento do Pai.

Anúncios