O chamado de Deus para nós!

Somos o farol no mundo

foto por: Steven Hanna em Unsplash

Deus nos chamou para o Seu reino, para participarmos da Sua glória, sermos expressão de quem Ele é, sermos Seus imitadores, andarmos como Seus filhos, revelarmos as Suas virtudes às pessoas, por isso o nosso chamado é para sermos como Ele, e por isto, precisamos santificar o procedimento para revela-Lo ao mundo. Não podemos viver como vivíamos, mas sim, como Seus filhos.

Paulo, escrevendo aos irmãos de Tessalônica, em sua primeira carta no capítulo quatro,  do versículo três ao nove, afirma: “Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus; e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador, porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. Dessarte, quem rejeita estas coisas não rejeita o homem, e sim a Deus, que também vos dá o seu Espírito Santo. No tocante ao amor fraternal, não há necessidade de que eu vos escreva, porquanto vós mesmos estais por Deus instruídos que deveis amar-vos uns aos outros;” (1Tessalonicenses 4.3–9, BEARA).

Devemos nos abster da prostituição, dos desejos lascivos que permeiam a nossa mente segundo o coração natural, pelo simples fato: o que norteia a nossa vida é o amor. Se amamos, não queremos o mal para o próximo e nem podemos cogitar a possibilidade de usar do outro para atender os nossos desejos e vontade. Por compreendermos quem somos, o que recebemos de Deus, santificamos o procedimento, rejeitando tudo que é da natureza humana, para revelarmos o Pai ao mundo e conduzir todos ao Seu conhecimento, por isso, mesmo que sejam somente em nossos pensamentos, não podemos usar dos outros para nos atender.

Anúncios