Jesus se ofertou em nosso favor

Jesus se ofertou em nosso favor

foto por: Alicia Garcia Unsplash

Jesus se ofertou em nosso favor, deu a própria vida para ser a oferta, como o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, para que pudéssemos conhecer o Pai e a Sua vontade. Não se trata do nosso empenho, sacrifício e devoção religiosa, mas entendermos que como Ele, precisamos nos ofertar, sendo o sacrifício e que ninguém pode tirar a nossa vida, mas como Ele, devemos dá-la.

Diante do Sinédrio, sem provas para o condenar, Jesus se oferta, Ele se dá em nosso favor como podemos ler em Mateus, capítulo vinte e seis, do versículo cinquenta e nove ao sessenta e quatro:  “Ora, os principais sacerdotes e todo o Sinédrio procuravam algum testemunho falso contra Jesus, a fim de o condenarem à morte. E não acharam, apesar de se terem apresentado muitas testemunhas falsas. Mas, afinal, compareceram duas, afirmando: Este disse: Posso destruir o santuário de Deus e reedificá-lo em três dias. E, levantando-se o sumo sacerdote, perguntou a Jesus: Nada respondes ao que estes depõem contra ti? Jesus, porém, guardou silêncio. E o sumo sacerdote lhe disse: Eu te conjuro pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus. Respondeu-lhe Jesus: Tu o disseste; entretanto, eu vos declaro que, desde agora, vereis o Filho do Homem assentado à direita do Todo-Poderoso e vindo sobre as nuvens do céu.” (Mateus 26.59–64, BEARA).

Como Ele, quantos de nós estamos dispostos a nos condenarmos diante das situações para sermos a oferta em favor das pessoas, para que o nosso testemunho e palavras possam funcionar em favor delas para terem a oportunidade de conhecerem a Deus e a Sua vontade? Estes são aspectos importantes que precisamos refletir, pois se trata do quanto entendemos quem somos, nosso papel e o quanto queremos e iremos nos proteger das situações.

Anúncios