Adorarmos a Deus

foto por: Toa Heftiba on Unsplash

Temos e precisamos entender o verdadeiro significado do que seja adorarmos a Deus para não tomarmos uma atitude equivocada de uma adoração que traduza um ato religioso e não o que Ele espera de Seus filhos.

Em João, no capítulo quatro, nos versículos vinte e três e vinte e quatro Jesus afirma: “ Mas virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores vão adorar o Pai em espírito e em verdade. Pois são esses que o Pai quer que o adorem. Deus é Espírito, e por isso os que o adoram devem adorá-lo em espírito e em verdade.” (João 4.23–24, NTLHE).

O que significa de fato adorar a Deus? O seu significado está relacionado a prestar reverência, ao reconhecimento de Quem é e a submissão. Como expressão física representa o prostrar, o beijar a mão. Agora, podemos “adorar” a Deus somente com a representação física, mas a verdadeira adoração está no reconhecimento de quem Ele é e na submissão à Sua vontade.

Adoramos em espírito quando reconhecemos que dependemos inteiramente Dele e nos submetemos a Sua vontade, reconhecendo que o Seu desejo é que O expressemos as pessoas, que revelemos as Suas obras em e através de nós, para manifestarmos o Seu reino neste mundo. Nesta atitude, no reconhecimento da capacitação recebida para sermos Seus imitadores está a verdadeira adoração a Ele. E, principalmente que sejamos Seus imitadores e que façamos da nossa vida uma oferta, uma expressão de compaixão em favor de todos para que possam conhece-Lo.

Anúncios