Andar na vontade de Deus

Foto por: Duncan Shaffer

Precisamos entender que andar na vontade de Deus é vivermos segundo a Sua justiça, praticarmos as Suas obras, pois quando vivemos fazendo a Sua vontade não estamos fazendo nada diferente do que Ele planejou para a Sua família, para expressarmos o Reino neste mundo, fazermos obras que glorificam o Seu nome e que expressam que somos Seus filhos, principalmente, que não negociamos e nem estamos mercadejando Sua vontade.

Deus nos deu uma tarefa, como filhos, que é revelar o Seu reino neste mundo, por isso vivemos segundo este propósito e Paulo fala sobre isso, na segunda carta aos Coríntios, no capítulo  quatro, versículos um e dois: “Deus, na sua misericórdia, nos deu essa tarefa, e é por isso que nunca ficamos desanimadosNós rejeitamos tudo o que é feito escondido e tudo o que é vergonhoso. Não agimos de má fé, nem falsificamos a mensagem de Deus. Pelo contrário, agimos sempre abertamente, de acordo com a verdade, e assim as pessoas têm uma boa impressão de nós, que vivemos na presença de Deus.” (2Coríntios 4.1–2, NTLHE). E precisamos compreender que, como ele afirmou no versículo sete: “Porém nós que temos esse tesouro espiritual somos como potes de barro para que fique claro que o poder supremo pertence a Deus e não a nós.” (2Coríntios 4.7, NTLHE). E vivemos a vontade de Deus, não no nosso esforço, mas por fé, como ele afirmou no versículo sete, do capítulo cinco: “Porque vivemos pela fé e não pelo que vemos.” (2Coríntios 5.7, NTLHE).

Temos e precisamos compreender estes aspectos simples do evangelho e da vontade de Deus. O evangelho, o reino, os ensinos, não são para assegurar que alcançaremos o que desejamos e nem para satisfazer a vontade do nosso coração, mas, como filhos, revelarmos o Seu reino neste mundo, andando e vivendo por fé, convictos que toda capacitação para expressarmos a Sua vontade, procede Dele e inteiramente Dele.

Quando vivemos na vontade de Deus, fazendo as Suas obras, estamos praticando a Sua justiça e revelando o Seu reino neste mundo, sendo cartas vivas, o bom perfume de Cristo, revelando o amor de Deus e Sua compaixão em nosso favor.

Anúncios