O propósito de nos reunirmos

foto por: Edwin Andrade on Unsplash

Quando pensamos que a reunião é um momento de prestarmos um culto a Deus, de conduzirmos os nossos cânticos em adoração, prestando um serviço para agrada-Lo, estamos equivocados, pois o propósito e intuito da reunião é a edificação da igreja, a condução das pessoas à maturidade.

Paulo instrui os irmãos de Corinto em sua primeira carta, no capítulo quatorze no versículo vinte e seis: “Portanto, meus irmãos, o que é que deve ser feito? Quando vocês se reúnem na igreja, um irmão tem um hino para cantar; outro, alguma coisa para ensinar; outro, uma revelação de Deus; outro, uma mensagem em línguas estranhas; e ainda outro, a interpretação dessa mensagem. Que tudo seja feito para o crescimento espiritual da igreja.” (1Coríntios 14.26, NTLHE).

Não importa o que fazemos, cantamos, ensinamos, trazemos revelação de Deus, falamos em línguas estranhas, interpretação delas, não importa. O que importa é que devemos fazer para a edificação do Corpo de Cristo. Para que cada membro entenda o seu papel no corpo, entenda o chamado de Deus e assim, resultante de um compromisso pessoal seja conduzido à maturidade para que todos possam realizar a sua função como o Pai deseja, para que haja expressão de compromisso com a Sua vontade e plano.

Anúncios