Uma questão de como somos aperfeiçoados

Caminho para o aperfeiçoamento

foto por: Joel Vodell em Unsplash

Nem sempre há discernimento e nem sempre há entendimento da vontade de Deus e do Seu querer para as nossas vidas e achamos que é pelo nosso empenho e esforço que vivemos a Sua vontade, amadurecemos e somos expressão da Sua graça. O amadurecimento, uma vida que expresse a vontade do Pai, não depende do nosso esforço, nem está baseado em recompensas e nem de obediência a mandamentos, mas, na compreensão que dependemos do Espírito, que fomos capacitados e que o que nos move é a submissão à vontade do Pai.

Paulo escrevendo aos Gálatas, capítulo três, versículo três, questiona:  “Sois assim insensatos que, tendo começado no Espírito, estejais, agora, vos aperfeiçoando na carne?” (Gálatas 3.3, BEARA). E no versículo onze ele diz:  “E é evidente que, pela lei, ninguém é justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé.” (Gálatas 3.11, BEARA).

Nossa vida é totalmente baseada na dependência do Espírito, em compreendermos que Ele nos habilita e nos conduz na vontade do Pai para que sendo piedosos, nos aperfeiçoemos mediante a graça, para amadurecermos e sermos expressão de Cristo no mundo e isto não depende de obras da lei, da obediência a mandamentos, mas está fundamentado na motivação que nos conduz à vontade do Pai.

Anúncios