A importância de entendermos o que fazemos

O evangelho não se trata de simplesmente pregarmos e falarmos sobre um pensamento, ou entendimento que possamos ter de Deus, mas, ao compreendermos quem Ele é, ao conhecermos a Sua vontade, sendo zelosos neste conhecimento O expressemos neste mundo, vivendo como Ele e fazendo de tudo para que possamos conduzir todos ao conhecimento da Sua vontade e plano, vivendo o Seu reino em nosso dia a dia, expressando a verdadeira compaixão em favor das pessoas.

Paulo fala desta questão em sua primeira carta aos Coríntios, no capítulo nove, no versículo vinte e dois e vinte e três, quando afirma que faz de tudo para salvar alguém: “Quando estou entre os fracos na fé, eu me torno fraco também a fim de ganhá-los para Cristo. Assim eu me torno tudo para todos a fim de poder, de qualquer maneira possível, salvar alguns. Faço tudo isso por causa do evangelho a fim de tomar parte nas suas bênçãos.” (1Coríntios 9.22-23, NTLHE).

Precisamos entender que viver o reino de Deus trata-se de escolher morrer para os nossos desejos e para a a sabedoria e pensamento deste mundo. Precisamos, sim, como Paulo, esmurrar o corpo e reduzindo-o a escravidão, não para que sirvamos aos prazeres segundo o pensamento natural, mas à justiça de Deus.

Ele afirma sobre isso do versículo vinte e cinco ao vinte e sete: “Todo atleta que está treinando aguenta exercícios duros porque quer receber uma coroa de folhas de louro, uma coroa que, aliás, não dura muito. Mas nós queremos receber uma coroa que dura para sempre. Por isso corro direto para a linha final. Também sou como um lutador de boxe que não perde nenhum golpe. Eu trato o meu corpo duramente e o obrigo a ser completamente controlado para que, depois de ter chamado outros para entrarem na luta, eu mesmo não venha a ser eliminado dela.” (1Coríntios 9.25–27, NTLHE).

Que possamos compreender que viver o evangelho trata de fazermos uma escolha, negarmos a nós mesmos, tomarmos a nossa cruz e seguirmos o modelo deixado por Cristo, fazendo da nossa vida uma oferta em favor dos outros, expressando compaixão e o amor do Pai em favor de todos.

Foto por: Jenny Hill on Unsplash

Anúncios