Existimos para a glória do Senhor

Não podemos esquadrinhar a mente do Senhor, não podemos explicar os Seus pensamentos, Suas decisões, Sua misericórdia e Sua graça revelada por meio de Cristo Jesus. Não tem como compreendermos o Seu amor em nosso favor, Seu operar em nossas vidas, mas precisamos entender que tudo o que Ele fez e faz tem o propósito de revelar a Sua glória por meio do que Ele opera em e através de nós. Existimos para a glória do Senhor.

Paulo escrevendo sobre o operar de Deus, Seu plano, na carta aos Romanos, no capítulo onze, no versículo vinte e nove ele afirma: “Porque Deus não muda de idéia a respeito de quem ele escolhe e abençoa.” (Romanos 11.29, NTLHE). E independente da raça e sua origem, Paulo afirma sobre a vontade de Deus no versículo trinta e dois: “Pois Deus fez com que todos se tornassem prisioneiros da desobediência a fim de mostrar misericórdia a todos.” (Romanos 11.32, NTLHE).

Quando começamos a entender estas coisas, então paramos para refletir e começamos a ter ideia da profundidade das coisas de Deus, como ele escreveu no versículo trinta e três: “Como são grandes as riquezas de Deus! Como são profundos o seu conhecimento e a sua sabedoria! Quem pode explicar as suas decisões? Quem pode entender os seus planos? Como dizem as Escrituras Sagradas: Quem pode conhecer a mente do Senhor? Quem é capaz de lhe dar conselhos? Quem já deu alguma coisa a Deus para receber dele algum pagamento?” (Romanos 11.33–35, NTLHE). Ai, chegamos a conclusão, a mesma que Paulo escreve no versículo trinta e seis: “Pois todas as coisas foram criadas por ele, e tudo existe por meio dele e para ele. Glória a Deus para sempre! Amém!” (Romanos 11.36, NTLHE).

Tudo tem um só propósito, portanto, a Sua misericórdia, a Sua graça, o Seu amor, Sua compaixão que a nós são reveladas é para que o Seu nome seja glorificado por meio de nossas vidas. Nós existimos para que nos submetendo à Sua vontade tendo o conhecimento Dele possamos manifestar o que Ele é neste mundo, nada mais, nada menos que isso.

Anúncios