No que focar o nosso coração

A questão que precisamos entender não é se somos ricos ou pobres, se temos muito ou pouco, mas, o quanto confiamos no que temos como rendimento e sustento para o nosso viver e como temos dispendido o que recebemos, sendo um empregado ou mesmo empresário. Imagine a situação do jovem rico e o pedido de Jesus, imagine a situação de Jó e o que lhe sobreveio, imagine agora sobre a nossa vida e que a mesma situação ocorresse conosco como foi com ele, qual seria a nossa reação, como agiríamos?

Jesus falando sobre a riqueza, afirma, em Mateus seis, do versículo dezenove ao vinte e um: “— Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam. Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las. Pois onde estiverem as suas riquezas, aí estará o coração de vocês.” (Mateus 6:19-21, NTLH).

Quando compreendemos que o que temos, não é nosso, mas que pertencem ao Senhor e que somos administradores, então não vemos problema em ter ou não, pois reconhecemos que a nossa fonte de sustento é o Senhor e não o nosso braço. Por isso, pensarmos sobre como temos usado e o quanto confiamos é fundamental. Temos usado somente para buscar nossos interesses e satisfazer nossos desejos? Se sim, precisamos rever. Temos usado os recurso para ajudar quem necessita, mas temos feito isso com o que sobra, como esmola? Se sim, precisamos rever o que estamos fazendo.

Quanto às coisas desta vida, precisamos aprender a depender do Senhor e reconhecer que tudo provém Dele e que deve ser usado para a Sua glória e louvor do Seu nome.  Por isso, Jesus nos incita a não nos preocuparmos com estas coisas, mas em viver o reino em primeiro lugar, como está do versículo trinta e um ao trinta e quatro: “Portanto, não fiquem preocupados, perguntando: “Onde é que vamos arranjar comida?” ou “Onde é que vamos arranjar bebida?” ou “Onde é que vamos arranjar roupas?” Pois os pagãos é que estão sempre procurando essas coisas. O Pai de vocês, que está no céu, sabe que vocês precisam de tudo isso. Portanto, ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e ele lhes dará todas essas coisas. Por isso, não fiquem preocupados com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã trará as suas próprias preocupações. Para cada dia bastam as suas próprias dificuldades.” (Mateus 6:31-34, NTLH) .

Que possamos compreender o significado de buscar o reino de Deus em primeiro lugar e nos sujeitarmos à Sua vontade para que a nossa vida seja modelo e testemunho da Sua graça para todos que nos cercam.

Anúncios