Alguns conselhos sobre a vontade do Pai

Temos muito que aprender e principalmente, com relação a revelar por meio das nossas ações, mas para isso precisamos transformar entendimento em ação. Precisamos conhecer a vontade de Deus, compreender a Sua obra em nós de acordo com as Suas promessas, crermos nisto e então agirmos segundo o que Ele fala.

Na carta aos Hebreus, no capítulo treze, temos algumas instruções sobre como devemos viver neste mundo: “Continuem a amar uns aos outros como irmãos em Cristo.” (Hebreus 13:1, NTLH).

Somente amamos quando temos consciência de que todos são irmãos, embora muitos ainda não compreendam o que Deus fez em seu favor e para despertá-los e apresenta-los o Pai, precisamos agir como Ele.

No versículo três, ele fala dos presos, como podemos ler: “Lembrem dos presos, como se vocês estivessem na cadeia com eles. Lembrem dos que sofrem, como se vocês estivessem sofrendo com eles.” (Hebreus 13:3, NTLH) . Esta é uma expressão da compaixão, pois quando compreendemos a sua ignorância, seu desconhecimento completo da vontade de Deus é que precisamos agir em seu favor. Por isso, precisamos repensar muito o que temos feito.

E algo também importante é o que está no versículo dezesseis: “Não deixem de fazer o bem e de ajudar uns aos outros, pois são esses os sacrifícios que agradam a Deus.” (Hebreus 13:16, NTLH).

Ajudando e fazendo o bem é que expressamos as virtudes de Deus e devemos faze-lo para todas as pessoas e não somente para aquelas que gostamos ou que são nossos amigos.

Por que devemos fazer essas coisas e as que estão relacionadas no capítulo? Por causa da obra de Cristo e que Ele está realizando em nós e porque é da vontade do Pai, como está nos versículos vinte e vinte e um: “Deus ressuscitou o nosso Senhor Jesus, que, por causa da sua morte na cruz, é o Grande Pastor do rebanho. E é por meio do sangue de Jesus que a aliança eterna é selada. Que o Deus de paz lhes dê tudo de bom que vocês precisam para fazer a sua vontade. E que ele, por meio de Jesus Cristo, faça em nós tudo o que lhe agrada. E a Cristo seja dada a glória para todo o sempre! Amém!” (Hebreus 13:20-21, NTLH).

Que entendendo quem somos e o que recebemos, possamos fazer toda a vontade do Pai, submetendo-nos a ela, pois isto Lhe é agradável.

Anúncios