Podemos fazer algo de bom para alcançarmos a vida eterna?

Podemos fazer algo de bom para alcançar a vida eterna?

foto por: Xiaolong Wong em Unsplash

Eis uma questão muito importante que precisamos refletir, pois não existe em nós algo de bom que pode nos levar pelo esforço a alcançarmos a vida de Deus, pois, sabemos que por nós mesmos não podemos, pois não se trata do que fazemos e nem de negociata com Ele, mas, da maneira como vivemos e as motivações que temos.

Jesus ensinando a um jovem, em Mateus, capítulo dezenove, do versículo dezesseis ao vinte e dois, fala sobre esta questão: “E eis que alguém, aproximando-se, lhe perguntou: Mestre, que farei eu de bom, para alcançar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me perguntas acerca do que é bom? Bom só existe um. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. E ele lhe perguntou: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho; honra a teu pai e a tua mãe e amarás o teu próximo como a ti mesmo. Replicou-lhe o jovem: Tudo isso tenho observado; que me falta ainda? Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me. Tendo, porém, o jovem ouvido esta palavra, retirou-se triste, por ser dono de muitas propriedades.” (Mateus 19.16–22, BEARA).

Não se trata do bem, nem da obediência a mandamentos, nem de nossa religiosidade que nos assegura o Reino de Deus, mas, de compreendermos onde temos colocado o nosso coração, o quanto deixamos todo o resto como um meio para revelarmos o reino. Nosso coração precisa e tem que estar totalmente dedicado à vontade do Pai e não preso em coisas deste mundo.

A vida eterna não está no que podemos fazer para alcançar, mas, no quanto estamos dispostos a abrir mão de nossos desejos e nos submetermos a Cristo como Senhor e Salvador de nossas vidas, nos empenhando pelo Seu querer e no expressar do Pai ao mundo.

Anúncios