Viver em alegria, sem reclamação!

paul-bence-395888

foto por: Paul Bence em Unsplash

Quando entendemos que somos filhos de Deus, que estamos com as pessoas que temos que estar para expressarmos Cristo e revelar o Seu nome e Sua glória naquele lugar e com estas pessoas, tudo que fizermos, tudo que acontecer à nossa volta, deve ser como expressão de gratidão a Deus por nos considerar dignos do trabalho, como devemos revelar alegria em todas as coisas.

Paulo instruindo os irmãos na sua carta aos filipenses, afirma, no capítulo dois, do versículo quatorze ao dezesseis: “Façam tudo sem queixas nem discussões para que vocês não tenham nenhuma falha ou mancha. Sejam filhos de Deus, vivendo sem nenhuma culpa no meio de pessoas más, que não querem saber de Deus. No meio delas vocês devem brilhar como as estrelas no céu, entregando a elas a mensagem da vida. Se agirem assim, eu terei motivo de sentir orgulho de vocês no Dia de Cristo, pois isso mostrará que todo o meu esforço e todo o meu trabalho não foram inúteis.” (Filipenses 2.14–16, NTLHE).

Precisamos compreender isso, pois o nosso papel é revelar a luz, sermos instrumentos de Deus, representantes do reino onde estivermos, manifestando a graça, Seu amor e Sua alegria, pois devemos estar alegres em toda e qualquer situação. Um filho de Deus não vive a reclamar, mas compreende que é responsável por transformar o entendimento no ambiente onde foi colocado por Ele. Somos filhos e precisamos em todo o momento brilhar no meio da escuridão, trazendo luz, por isso, a reclamação, as queixas e discussões não nos conduzem neste processo.

Temos que entender que somos a oferta de Deus para transformar o ambiente onde fomos inseridos, por isso, precisamos morrer para nós mesmos e nossos desejos, para podermos revelá-Lo ao mundo.

Anúncios