Não amoldar as paixões da natureza humana

Não somos chamados para viver segundo a forma deste mundo, mas tendo o entendimento da libertação recebida, devemos adotar os valores eternos, andar neste mundo como peregrinos, revelando a vontade de Deus e não segundo o curso deste mundo.