Não é a aparência que nos faz santos

“O Senhor, porém, lhe disse: Vós, fariseus, limpais o exterior do copo e do prato; mas o vosso interior está cheio de rapina e perversidade. Insensatos! Quem fez o exterior não é o mesmo que fez o interior? Antes, dai esmola do que tiverdes, e tudo vos será limpo.” (Lucas 11.39–41, RA)

Nossa vida não deve ser retratada apenas pelas aparências, do quanto parecemos, nem da nossa capacidade de representar, mas do quanto fomos transformados no entendimento e compreendemos a obra de Deus em nosso favor. Sua salvação, nos fazendo Seus filhos, para que pudéssemos viver Sua plena vontade, andando compromissados com o Seu reino e propósito deve nos bastar, pois conhecemos o Senhor da glória, por isso, nossa vida não é o que aparenta ser, pois isto não nos torna santos, apenas religiosos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s