Suportar com fé, esperança e paciência

Suportar com fé, esperança e paciência

foto por: Cristofer Jeschke em Unsplash

Paulo ensinando sobre o amor de Deus derramado em nossos corações pelo Espírito, afirma na sua primeira carta aos Coríntios, capítulo treze, do versículo quatro ao sete:

“Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso. Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas. Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo. Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.” (1Coríntios 13.4–7, NTLHE).

Temos uma jornada, uma caminhada para realizar, um propósito para cumprir e tudo que fizermos, devemos e precisamos fazer segundo o amor de Deus revelado por Cristo a nós. Temos a incumbência, como Ele determinou: amar como Ele amou. E no seu amor há a expressão de paciência, esperança, o ato de nunca desistir, não se alegrar com a injustiça, ser paciente e bondoso em todas as situações.  Este é o amor que devemos revelar às pessoas e depende da nossa consciência e fé que recebemos do Espírito.

Revelamos o nosso Deus e conduzimos as pessoas ao conhecimento Dele quando agimos segundo o amor revelado por Cristo a nós, pois só assim, nos expressaremos na plenitude de Sua vontade.

Ouça no agregador de podcast de tua preferência:
CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE PODCAST