Não ser pedra na vida dos outros

“Disse Jesus a seus discípulos: É inevitável que venham escândalos, mas ai do homem pelo qual eles vêm! Melhor fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e fosse atirado no mar, do que fazer tropeçar a um destes pequeninos.” (Lucas 17.1–2 RA).

Somos chamados para vivermos o reino de Deus neste mundo, para andarmos como imitadores de Cristo, revelando a glória e vontade do Senhor. Temos que santificar o nosso proceder para que em todas as coisas glorifiquemos o Pai e não sejamos motivo de tropeço na vida do irmão. Somos responsáveis pelas vidas e por conduzi-las ao conhecimento do Senhor e de Seu reino, por isso, tendo o entendimento que fomos capacitados e que temos da mesma natureza de nosso Deus, não podemos deixar de andar como Cristo no mundo, sendo exemplo e modelo para todos que vierem a crer no evangelho.